Autárquicas: hesitações em Sabrosa e Lamego ainda aguarda

244

Depois de três mandatos como vice de José Marques, Domingos Carvas ficou a substituí-lo à frente da autarquia. Contudo, segundo fontes próximas do atual presidente da autarquia, este ainda não decidiu se será candidato, nem sequer se o será por algum partido ou como independente.

Da banda do PSD, ao que se sabe, também ainda nada está decidido, havendo neste momento movimentações para a escolha do cabeça de lista deste partido, que tanto pode ser um militante como um independente. Portanto, em Sabrosa, ainda nada está definitivamente decidido.

O PSD tem tentado aliciar o seu antigo militante, agora presidente, mas, para já, ainda não foi capaz de o convencer. O que não significa que tal não venha a acontecer.

Onde também nada está encerrado é em Lamego, no que respeita ao PSD. Nesta cidade, que vai mudar obrigatoriamente de responsável pela autarquia, pois Francisco Lopes terá de sair, por já ter cumprido três mandatos, o PSD ainda não escolheu o candidato.

Melhor ainda, o PSD local tem ideia sobre a figura do candidato, mas a Comissão Política Distrital, pretende que à cabeça da lista esteja Ernesto Rodrigues, funcionário da Câmara de Castro Daire.

Contudo, segundo o Notícias de Vila Real apurou, o assunto ainda vai dar muito que falar, pois a natural aversão das gentes de Lamego em relação à sede do distrito, leva a que o candidato que a distrital quer impor não esteja a ser bem aceite. Em Lamego diz-se que, se a concelhia tem um nome para a Câmara não se percebe a razão pela qual a distrital não aceita que sejam os militantes de Lamego a escolher.

O nome do candidato não é público, mas tratar-se-á de António Carreira, advogado, pessoa conceituada, com quem uma sondagem recentemente realizada dá a vitória ao PSD em coligação com o CDS. Estas notícias estão a causar grande entusiasmo na cidade, dado que, tratando-se de mudança, como muitas vezes sucede, e nos foi referido, o risco dessa mudança para outra área política é grande, como tem sucedido em Lamego.

Ora, com a solução proposta pela concelhia, o problema estaria resolvido e não haveria o risco de o PSD perder a Câmara da segunda cidade mais importante do distrito.

Deixe o seu Comentário

Comentário