Autárquicas: Distrital do PS ratificou oito candidaturas no distrito de Vila Real

238

A Federação Distrital de Vila Real do Partido Socialista (PS), órgão deliberativo máximo entre congressos distritais, reuniu no dia 27 de março, em Chaves. Da ordem de trabalhos constava a ratificação dos processos de escolha dos candidatos à presidência de câmaras municipais respeitantes a oito concelhos do distrito de Vila Real, e a análise da situação política atual.

Com base no princípio orientador definido em Congresso Nacional, foram confirmadas as recandidaturas de Alberto Monteiro Pereira à presidência da Câmara Municipal de Mesão Frio, Orlando Alves à presidência da Câmara Municipal de Montalegre, e de Luís Machado à Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião.

Foram também objeto de deliberação as candidaturas de Miguel Rodrigues ao município de Alijó, Nuno Vaz ao município de Chaves, Domingos Carvas ao município de Sabrosa, José Manuel Mimoso ao município de Valpaços, e José Carlos Rendeiro ao município de Vila Pouca de Aguiar. Todos os nomes propostos foram aprovados por unanimidade e aclamação.

A Federação Distrital de Vila Real prevê que até ao final do mês de abril sejam também deliberadas e confirmadas as candidaturas autárquicas aos restantes concelhos. Francisco Rocha, presidente da Federação Distrital, adiantou que “o Partido Socialista está, em tempo, a fechar os processos de escolha de candidatos autárquicos. Apresentando em todos os concelhos os melhores candidatos e candidatas e os melhores projetos autárquicos”.

O responsável sublinhou que “a ratificação de candidaturas pela Comissão Política Federativa é apenas uma parte do processo de escolha democrática dos candidatos, que está a ser conduzido e liderado pelas respetivas comissões políticas concelhias”. “Queremos manter a maioria das câmaras municipais sob liderança do Partido Socialista, de modo a viabilizar a implementação do nosso projeto político e para ajudar recuperar a liderança das comunidades intermunicipais e estar em condições de contribuir para assegurar a liderança da CCDR Norte no âmbito do quadro de reforma prevista para 2017 desta estrutura de coordenação e planeamento regional”, rematou.

Deixe o seu Comentário

Comentário