Alto Tâmega recebe prova inédita de desporto de aventura

818

NORCHA Adventure Race de 23 a 27 de setembro

O Alto Tâmega vai receber uma prova inédita com vista a impulsionar e afirmar a região no panorama internacional como um destino de natureza e aventura, de eleição de topo. A EHATB – Empreendimentos Hidroelétricos do Alto Tâmega e Barroso, EIM, S.A., promove a organização deste roteiro de exploração de natureza, com o apoio dos seis municípios da região.

O NORCHA Adventure Race é um evento multi-desportivo que se realiza de 23 a 27 de Setembro de 2016, que pretende assinalar todo o esforço de Portugal em fazer parte do panorama global das mais belas corridas de desafio extremo, representando o Alto Tâmega a oferta garantida de uma experiência única e memorável aos participantes numa expedição pelo território que percorre os 6 concelhos transmontanos que constituem esta região.

Esta prova “irá colocar Portugal e a região do Alto Tâmega na rota do desporto de aventura”, garante a organização, que é aguiarense, promovendo inclusive os seis municípios como pontos de atração turística. “Trata-se de um evento muito importante no calendário do desporto de aventura, dos mais difíceis completar, que acontece pela primeira vez em Portugal e logo na região do Alto Tâmega. A prova vai dar a conhecer os lugares mais emblemáticos da região”, informou Pedro Gonçalves Pinto, responsável pela organização.

 

80 participantes de 11 países percorrem região em 72 horas

Integrada no Circuito Europeu AR EuroSeries, esta corrida de aventura contará com cerca de 20 equipas, compostas por três homens e uma mulher, oriundas de 11 nações, totalizando 80 participantes. Estas pessoas propõem-se conhecer este território percorrendo uma distância aproximada de aproximadamente 350 quilómetros, no máximo de 72 horas “non-stop”. A rota cruza a região do Alto Tâmega e tem o seu início em Vila Pouca de Aguiar, no dia 24 de Setembro (sábado), pelas 17h30, e o seu término em Valpaços, no dia 27 (terça-feira) pelas 17h30. As seis sedes de concelho – Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar -, acolhem Zonas de Transição (mudança de atividade), tal como, Pontos de Controlo identificados para visita durante a sua travessia.

As equipas têm a liberdade – característica deste tipo de provas de superação humana-, de definir e encontrar qual a melhor via/trilho para atingir cada objetivo. A progressão das equipas pelo território será monitorizada através de um sistema de gps tracking, permitindo o acompanhamento contínuo, bastando para este efeito ter o acesso a internet, por via de computador ou dispositivos móveis (telemóvel, tablet), proporcionando uma interatividade global.

Com a noite, fadiga acumulada, aclimatização, e dificuldades de navegação em território desconhecido, antevêem-se várias contrariedades… Mais do que vencer, o desafio consiste em concluir a rota!

O programa deste evento internacional consta de vários momentos antes do início da corrida:

23 Setembro – Sexta-feira – Vila Pouca de Aguiar
9h-12h | 15h-18h – Pav. Desportivo Dr. Gomes da Costa, preparação de equipamentos
21h30 – Cineteatro, cerimónia de boas-vindas

24 Setembro – Sábado – Vila Pouca de Aguiar
10h – 12h – Pav. Desportivo Dr. Gomes da Costa, entrega equipamentos à organização
15h30 – Cineteatro, apresentação da rota
17h30 – Praça Camilo Castelo Branco, início da corrida

27 Setembro – Terça-feira – Valpaços
Até às 17h30 – Praça do Município, meta

O progresso das equipas pelo território será monitorizado através de um sistema de GPS tracking, permitindo o acompanhamento continuo, bastando para este efeito ter o acesso a internet, por via de computador ou dispositivos móveis (telemóvel, tablet), proporcionando uma interatividade global.

www.norcha.com

Deixe o seu Comentário

Comentário