Orçamento Municipal de Murça aprovado sem votos contra

706

Em três anos de mandato, Executivo reduziu dívida em mais de quatro milhões. As Grandes Opções do Plano e Orçamento da Câmara Municipal de Murça para o ano 2017, foram aprovadas, no passado dia 28 de outubro, em reunião do executivo municipal e em reunião de Assembleia Municipal do dia 24 de novembro.

O Orçamento do Município de Murça para o ano 2017 será de 7.990.578,00€, traduzindo um aumento de cerca de 0,56% relativamente a 2016 (352.400,00€) e reflete o percurso de consolidação orçamental que o Executivo Municipal liderado por José Maria Costa iniciou em 2013.

Tendo em consideração a situação macroeconómica que o país atravessa, bem como às diretrizes que o Estado impõe através do quadro legal em vigor em matéria de execução orçamental, o Executivo Municipal define o rigor, a transparência na gestão, e a correta e cuidada aplicação dos dinheiros públicos como princípios fundamentais da sua política orçamental.

Com sentido de justiça e equidade social, o Município de Murça pretende continuar em 2017 com a redução das taxas de IMI, racionalização das políticas sociais e culturais, continuação das obras de ampliação da zona industrial, requalificação da Escola Eb 2,3 e Secundária de Murça, iniciar a ampliação do Cemitério Municipal da Vila de Murça, bem como intervenções diversas em todas as freguesias. O apoio às diversas associações e juntas de freguesia está igualmente assegurado. Também estão garantidos os financiamentos através de candidaturas ao Norte 2020. Estas são algumas das iniciativas previstas no Orçamento Municipal para o próximo ano da Câmara de Murça.

José Maria Costa ressalva o facto do orçamento além de ser “rigoroso, transparente e realista”, tem o cuidado de continuar a evitar futuros problemas financeiros, nomeadamente no que respeita a dívida de curto e longo prazo e que também permita fazer algum investimento. “O nosso orçamento em relação ao ano anterior, tem mais 350 mil euros. Estes são necessários para integramos alguns investimentos previstos e atingirmos uma taxa de execução elevada dos mesmos”.

O autarca continua empenhado em manter a redução do endividamento municipal, prova disso mesmo foi a redução de 4 milhões de euros na divida de médio e longo prazo desde que lidera os destinos da autarquia, prevendo-se que encerre o ano com um passivo de 5.128.881,16€. Estes documentos estão disponíveis para consulta no site do município.

Recentemente foi ainda anunciado que o Município de Murça está nos trinta Municípios portugueses com melhor desempenho financeiro em 2015, de acordo com o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, estudo divulgado pela Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC).

Deixe o seu Comentário

Comentário