O município de Sabrosa, em colaboração com o Espaço Miguel Torga e a União de Freguesias de S. Martinho de Anta e Paradela de Guiães, assinalaram na tarde do dia 17 de janeiro, o 23º aniversário do falecimento de Miguel Torga.

A cerimónia oficial decorreu no Espaço Miguel Torga e foi presidida pelo Ministro da Cultura Luís Filipe Castro Mendes, contando com a presença, entre outras individualidades, do Presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, Domingos Carvas, do Diretor Regional da Cultura do Norte, António Ponte, do Diretor do Espaço Miguel Torga, João Luís Sequeira e ainda da filha do escritor, Clara Crabeé Rocha.

A evocação da efeméride iniciou-se com uma romagem à campa de Miguel Torga no cemitério de S. Martinho de Anta, com a colocação de uma coroa de flores e uma citação de poesia no local. Seguiu-se, no Espaço Miguel Torga, a inauguração da exposição de fotografia “Magna Terra – Miguel Torga e outros lugares”, alusiva ao Reino Maravilhoso, do conceituado fotógrafo Duarte Belo.

Na sessão oficial, o Presidente do município, após citar um pequeno texto do escritor e poeta, realçou a sua figura ilustre no panorama nacional, bem como a missão do Espaço Miguel Torga no papel difusor do estudo e divulgação da obra de Miguel Torga, contextualizando a estrutura na sua função junto da comunidade, estratégica para o território, assim como os objetivos do projeto cultural em curso, apelando ao Ministério da Cultura para uma contribuição efetiva financeira no projeto cultural vigente, cujo montante anual suportado pelo município ascende a cerca de 150 mil euros.

O Ministro da Cultura, numa referência ao Espaço Miguel Torga, elogiou a Câmara Municipal de Sabrosa pela “grande obra feita” que no seu entender “faz honrar a memória de Torga”, prometendo apoio para o processo de transformação e abertura à visitação da casa do escritor e à sua articulação e “simbiose com o Espaço Miguel Torga”.

A sessão evocativa terminou com um recital de poesia pelo grupo “Apuro Poesia”.